ETM Integrar para Construir

ETM faz EPC da primeira fábrica brasileira de óleos renováveis a partir de microalgas

Solazyme Bunge (Corbion) - Oriundiúva SP

A trajetória da ETM é marcada pelas construções de muitas histórias. Em destaque, o projeto da Solazyme Bunge (Corbion), em Orindiúva (SP), a primeira fábrica brasileira de óleos renováveis a partir de microalgas. Este é um exemplo em que o conceito de Integrar para Construir (IPC) permeou todas as etapas do processo.
A cidade de Orindiúva, no interior de São Paulo, com apenas 6 mil habitantes, recebeu, da noite para o dia, mais de mil colaboradores da ETM para atuar no projeto da Solazyme Bunge.
Foi necessário um planejamento minucioso para que a cidade comportasse os novos habitantes: construção de alojamentos, restaurantes, lavanderia, reforma da igreja local, reforço da segurança da cidade, agenda de eventos de confraternização e tudo mais para manter o time da ETM organizado e feliz.
O legado desse projeto não está somente nos números atingidos, mas no próprio desenvolvimento da comunidade e região.
Por meio da metodologia Fast Track, computamos em 24 meses 55 mil horas de engenharia de detalhamento e 1,2 milhão de homens/hora na construção. Tudo isso com zero acidentes graves. Confira outros números relevantes:
– Capacidade instalada de 100 mil t/ano
– 55 mil horas de engenharia de detalhamento
– 1.400 ordens de compra/contrato
– 1.250 toneladas de estrutura metálica
– 11.500 m3 de concreto
– 258 equipamentos de processo
– 960 toneladas de tubulações
– 1,2 milhões de homens hora de construção
– 1.340 instrumentos conectados ao processo
– Metodologia Fast Track